quarta-feira, 28 de julho de 2010

Marcomede Rangel Nunes

Faleceu hoje, Marcomede Rangel Nunes, membro da diretoria do Observatório Astronômico Monoceros na área de consultoria científica entre outras participações em diversas instituições afins.

Escreveu Marcomede  em  seu perfil na página do Café História:

'Físico do Observatório Nacional - MCT, com 30 obras publicadas, entre livros e mapas, em divulgação científica. Tem sete viagens a Antártica, com dois livros sobre o assunto. Atuou nos departamentos de Astronomia, Geofísica e Serviço da Hora. Escreve para revistas e jornais.'


Do Grupo Urânia, transcrevemos o email emocionado do Sérgio Lomônaco (ECV) , que define bem quem ele era.

'Há uma semana soubemos que o professor Marcomede havia sofrido um forte AVC.  Depois de exatamente uma semana de luta e  sofrimento, nosso amigo faleceu nesta manhã de quarta-feira.  

Físico do Observatório Nacional, onde começou a trabalhar, ainda adolescente fazendo observações de manchas solares, deixa viúva, filho de oito anos e muitos amigos.

Para quem não o conheceu, começo chamando-o de "Marcometa", pois aproveitando a movimentação da passagem do cometa Halley nos anos 80, catalizou o interesse pela astronomia, promovendo sessões de observação do céu, publicando folhetos e abrindo espaço para que muitos astrônomos amadores fossem levados, com seus telescópios, a cidades pequenas onde mostravam o céu para centenas de pessoas.

Tambem mantinha estreito contato com políticos na busca de reconhecimento público pelo trabalho de diivulgação científica realizado por amadores e voluntários.

Depois da passagem do cometa, passamos a chama-lo de '"Marcomídia", pois estabeleceu ligações com jornalistas e repórteres, colocando em jornais, revistas e tv o entusiasmo dos astrônomos amadores de todo o Brasil. Viajou por todo o país apoiando e incentivando as associações amadoras e sempre esteve de braços abertos no Observatório Nacional para receber e mostrar o campus a todos os visitantes.

Todas as vezes em que o nosso grupo foi citado em notícias de jornal, revistas e programas de tv o contato inicial foi feito pelo Marcomede.

Extrovertido, agitado e de modos simples, estava sempre à vontade para falar de astronomia, valorizar o empenho dos amadores e incentivar a criação de associações e grupos de estudos.Físico, astrônomo amador, pintor, escritor, divulgador...

Nos deixa o desafio de continuar divulgando e mostrando o firmamento para as pessoas.'

Ainda no mesmo grupo, foi postada uma entrevista com ele no youtube que poderão acessar pelo liink http://www.youtube.com/watch?v=a1vyRb-1_vg

Na página do Observatório Monoceros http://www.monoceros.xpg.com.br/  os leitores poderão ler mais e ver fotos antigas dele nos eventos programados pelo Monoceros.

Vejam também http://www.clubedeastronomia.com.br/   entre outros.

A Astronomia perde um grande homem para ver brilhar nas constelações do infinito uma nova luz! Que o Alto o tenha na palma de suas mãos!

3 comentários:

ungaman disse...

Qué trágica noticia! :(

Tuve el privilegio de compartir con Marcomede durante la 3ra Reunión Internacional de Astronomia y Astronautica en Campos dos Goytacazes.

La Comunidad Astronómica Brasilera y Latinoamericana queda hoy con un Astro menos acá en la Tierra.

Descanza en Paz, prezado Marcomede!

OTÁVIO JARDIM ÂNGELO disse...

Ola,
Marcomede Rangel sempre sera lembrado por nos como aquela pessoa alegre, cuja alegria contagia todos. É uma perde nao so para a astronomia mas para todos que o conhecia.
ele se foi cedo demais...
Ja esta fazendo falta,
saudades.
Otávio Jardim Ângelo,
CALC
Campos dos Goytacazes RJ

COSMOPIER disse...

Conheci o Marcomede no anos 70, do século passado. Foi sempre um amigo extrovertido, colaborador de primeira hora e, um excelente comunicador, "o marcomídia"! Foi muito bom te-lo conhecido. Estaremos todos juntos para matar as saudades um dia. Descanse em paz!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...