segunda-feira, 26 de abril de 2010

Deserto do Atacama, no Chile, receberá telescópio europeu gigante

Colina Armazones, onde será erguido complexo, tem 3.060 m de altura.Instalação do E-ELT, com 42 m de diâmetro, deve ser concluída em 2018.

Da EFE


Vista panorâmica da Colina Amazones, no deserto chileno do Atacama (Foto: ESO)

O deserto do Atacama, no Chile, foi escolhido como o local para a instalação de um telescópio europeu de 42 metros de diâmetro conhecido como European Extremely Large Telescope (E-ELT).

O anúncio foi feito pela Organização Europeia para Pesquisa Astronômica no Hemisfério Sul (ESO) em comunicado divulgado em Garching, no sul da Alemanha.


A colina (ou Cerro) Amazones (Foto: ESO)

A colina Armazones, onde será colocado o telescópio, tem 3.060 metros e fica a 20 quilômetros da colina Paranal, onde funciona o antecessor do E-ELT.

O diretor-geral da ESO, Tim de Zeeuw, qualificou o desenvolvimento do telescópio gigante como um marco no avanço do conhecimento astronômico.

Os cientistas querem, com o E-ELT, abordar muitos dos problemas astronômicos ainda não resolvidos e têm a esperança de que termine por revolucionar a percepção do universo de maneira similar ao que foi feito pelas observações de Galileu há 400 anos.

A instalação do telescópio europeu deve começar no final deste ano e ficar pronta em 2018.

Um comentário:

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,

A vacina contra Influenza H1N1, vírus que já matou 1.632 brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil para pessoas com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. A vacina foi testada, é segura e mais de 300 milhões de pessoas já foram imunizadas com esta vacina no Hemisfério Norte. Sábado, 24, começa mais uma etapa da campanha, voltada agora para a vacinação de idosos com doenças crônicas. No entanto, a população das outras etapas - jovens de 20 a 29 anos, grávidas, crianças maiores de 6 meses a menores de 2 anos e doentes crônicos com menos de 60 anos - ainda podem procurar os postos para se vacinar.Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...